18.12.08

Holocausto



Questionado o Ciêntista responde:

Não seja presunçoso; nem faças catequese. O cientista não costurou os olhos do macaquinho! O Experimentador não cegou o seu bebê.

- Não, é?


- "Ele foi submetido a uma sutura bi-lateral das pálpebras. Ou, melhor, um processo de privação ocular."


Como dizia o doutor Helmut Kaplan, um famoso judeu:

“nossos netos nos perguntarão um dia: ‘Onde vocês estavam durante o Holocausto dos animais? O que vocês fizeram contra aqueles crimes horríveis?’ E nós não poderemos dar as mesmas desculpas uma segunda vez, dizendo que não sabíamos”.

ABRE ASPAS


(para ver maior, clique na imagem)

17.12.08

Vegan Life




Bom, como já comentei anteriormente, prezo divulgar nesse blog ações pró-libertação animal de várias partes do Brasil, e mesmo do mundo e abrindo espaço ao pessoal da nossa região (Vale do Paraiba e Litoral Norte).
Hoje apresento o Vegan Life, um coletivo de Taubaté que trabalha com material independente e faz venda de rago vegan em vários eventos da região.

'A Vegan Life é um coletivo que surgiu em 2006, um sonho, uma reflexão do veganismo na sociedade.
Com o Objetivo de Desenvolver a cultura Vegan Vegetariana, a vegan Life passou de um sonho a uma idéia fixa, que hoje vem dando muito certo.
Com apelo forte na libertação animal, a Vegan Life tem como conceito, conscientizar as pessoas da realidade que as ronda, enfatizar que existe muita negligência, dor sofrimento por traz do alimento que está presente em qualquer comercio ou residência todos os dias.
A Vegan Life tem marcado presença nas movimentações undergrounds, vendendo "Rangos veganos" com incríveis variedades, mostrando que Vegan não vive só de alface, e sim de maravilhosas receitas culinárias, também distribuído matérias de auxilio ao vegetarianismo e pregando a consciência da Vida.
O maior Objetivo e desafio da Vegan Life, é mostrar a sociedade que "Somos Todos Iguais" sem diferenças, sejam elas de cor, capital, espécie e religião.'
(retirado do myspace do coletivo)

Responsáveis pelo coletivo
Mateus Dias.
Ryan Navarro.
Laura Ribeiro.
Contato para eventos, divulgação ou camisetas. E-mail vlifedesign@gmail.com Tel: 9176-3305
myspace.com/veganlife

Escolha

14.12.08

Campanha por um Natal Verdadeiro!


Campanha elaborada pelo Instituto Nina Rosa para a revista dos vegetarianos edição de dezembro de 2008, propondo uma reflexão por um natal verdadeiro!

Todos os meses nós elaboramos campanhas a favor da causa animal, confiram as revistas e nos ajudem a divulgar as nossas campanhas!

..

12.12.08

À PALAVRA QUE SÓ TEM SENTIDO NO PORTUGUÊS


(clique, veja maior)
uma licença à minha querida magô para expor alguns sentimentos que, assim como o amor pelos animais, às vezes saem do puf e transbordam do coração.

10.12.08

Estilo de vida?

Dia Internacional da luta pelos Direitos dos Animais

Muitas manifestações estão acontecendo simultaneamente por todo o país e em vários países! Curiosamente, a intervenção urbana de 'Carne Humana à venda' vem sendo reproduzida em várias partes do mundo! Registro aqui a que foi feita em Belo Horizonte. Infelizmente não tenho muitas informações a respeito, mas fica aqui o registro!




Segue post referente a foto (recebida por email)

Começamos pontualmente às 16h sobre o tema “Pelo Fim da Escravidão Animal”, com a chuva sempre ameaçando. Distribuimos 1000 panfletos sobre o Dia Internacional dos Direitos Animais e apresentamos a performance “Carne Humana”. Usamos sangue feito com glucose e pigmento artificial, muitas pessoas perguntavam se era sangue de verdade e até se a pessoa estava morta (meio absurdo, mas bom sinal).

A recepção das pessoas na rua foi ótima, apesar do choque relatado por muitos diante a performance. Toda informação passada tinha a mensagem clara do veganismo e da abolição da escravidão animal, apesar do seu teor “radical”, a mensagem deixou com “raiva” os receptores, pelo contrário! Conversamos bastante e fizemos contatos. O abaixo assinado correu a praça da Liberdade e recolheu cerca de 170 assinaturas. Terminamos a ação 19h, como planejado. Só relatei o caso de duas pessoas que não assinaram a petição.





--

Eles assinam em baixo!



Os animais têm direito a viver livres da dor, sofrimento, exploração e morte!


--

Um dia sairemos das trincheiras e gritaremos vitória!!!


--

A herança do consumismo!


Celebramos hoje o direito a vida, porém ressalta-se principalmente a liberdade de viver ao seu modo, com seus direitos conquistados e regulamentados. Mas será que somos livres mesmo?

Você consegue imaginar sua vida sem a internet? Faz quanto tempo que não compra um sêlo? Tem quantos amigos "virtuais"? Quando você era criança a palavra deletar era comum no seu vocabulário?

Creio que suas respostas sejam parecidas com as minhas, não somos pessoas com uma idade considerável, porém já sentimos o processo revolucionário da tecnologia. E ela, a tecnologia trouxe além das maravilhas modernas e a praticidade de ser moderno, trouxe-nos algo que já era nosso porém não desenvolvido, o hábito de adquirir coisas descartáveis.

Lembro-me da primeira tv a cores que meu pai comprou, quando ela tinha algum problema vinha logo Seu João mexer com os fiozinhos e zaz, arruma a tv, esse simpático senhor trabalhava em uma das profissões que está a beira da extinção, o "arruma tudo".

Antes as coisas duravam uma vida, sim, uns vinte anos, (alias aquela tv a cores ainda funciona e está mais velha que eu) era muito díficil se desfazer de um utensílio doméstico para adquirir outro sem antes tentar consertá-lo.

Percebi que as coisas estão mudando, mas perigosamente pra pior. O lixo hoje, é o lixo mais reaproveitável de todos os tempos, tudo pode ser reclicado, inclusive as pessoas e seus conceitos sobre o consumo.

O consumo hoje é o maior vilão dos males do mundo, movimentamos todo o dinheiro que há por aí, comprando e vendendo coisas, quanto mais temos, mais lixo produzimos. Muitas vezes nos desfazemos de coisas que mal usamos, compramos e jogamos no armário, perdemos enfim, acontece um descaso mostrando que aquele bem adquirido não era de grande importância, fora as coisas que jogamos da geladeira direto para o lixo, isso é tão comum, jogar comida fora, restaurantes e supermercados se livram todos os dias de toneladas de alimento que poderia servir como refeição de famílias inteiras, nós mesmos quando jogamos os "restos" fora não pensamos quantas pessoas morrem por dia de fome? Não só na África, digo ali naquela favela ou debaixo daquela ponte perto da sua humilde residência? Quantas pessoas não tem absolutamente nada para se desfazer?

Ah a liberdade! Sim, uma palavra que pensamos ter e usufluir dela, mas numa sociedade consumista como a nossa, é possível viver com apenas um par de sapatos, dois pares de roupa, sem carro, sem vícios, é possível? É possível não sermos nós os presos e quem não tem nada os libertos? Vítimas do nosso sistema econônimo que enfatiza a ganância e a busca por um capital cada vez mais saliente.

Consumimos, compramos e desfazemos num ciclo desenfreado, alucinado, movido pelas campanhas publicitárias e o imenso vazio existencial. Nos esquecemos que por mais que doemos cestas básicas no final de ano, por mais que compremos brinquedos para crianças carentes no natal, ainda estamos nesse ciclo de muito consumo por nada.

Acredito ( e talvez isso que me dê motivação para acordar todos os dias) que ainda tem jeito, o consumidor consciente será o fruto de uma necessidade imediata de mudança, a máquina do capetalismo não pode parar, o mundo não pode quebrar, mas você pode escolher fazer parte disso com dignidade ou botar tua alma a venda num leilão pela internet, isso é bem simples !

Antes comprar tente pensar, será que é disso que eu necessito?


Antes de comer pense, de onde vem? E quem teve que pagar pela minha gula?

Além dos animais inocentes que são colocados a nossa disposição por pura arrongância humana de se achar no topo de tudo, temos nossos próprios semelhantes humanos que são tratados como inferiores servindo de escravos trabalhando nas fábricas chinesas ( entre outros cantos do mundo, inclusive aqui no Brasil) o próximo celular ultra high tech que você vai comprar quando se cansar do seu.


A guerra cívil no Congo, a fome nos países do terceiro mundo, o terrorismo mundial, a crise ecônomica, tudo está interligado no real que você deposita por aí sem pensar...

Aproveite o ano novo e seja novo, pense novo e toda vez que for comprar alguma coisa tente usar isso que está dentro da sua caixa craniana, chamada cérebro, acredite ele ainda funciona!

...

Magô em dias de revolta contra seu próprio consumismo!




.

É Hoje!!!

10 Dezembro - Dia Internacional dos Direitos dos Animais


A 10 de Dezembro de 1948 a Assembleia Geral das Nações Unidas ratificou a Declaração dos Direitos do Homem. No mesmo dia do aniversário da ratificação da declaração que reconhece os direitos do ser humano, deseja-se alertar que todos os animais – e não apenas os humanos – merecem ter direitos, pretendendo-se assim alargar esses direitos humanos fundamentais a todas as criaturas sensíveis.

Esta campanha anual é liderada pela organização de direitos dos animais Uncaged Campaigns (Reino Unido) e seguida noutros países por várias associações de direitos do animais.
A Declaração Universal dos Direitos dos Animais promovida pela Uncaged Campaigns - que os animais têm direito a viver livres da dor, sofrimento, exploração e morte - foi assinada por grandes e pequenas organizações representativas de centenas de milhares de pessoas no Reino Unido, Argentina, Austrália, Brasil , Canadá, Chipre, França, Alemanha, Hong Kong, Índia, Itália, Irlanda, Israel, México, Luxemburgo, Países Baixos, Nova Zelândia, Nigéria, Filipinas, Polónia, Rússia, África do Sul, Espanha, Suíça, e nos E.U.A..

Em alguns países, nomeadamente no Reino Unido e França, nesta data realizam-se manifestações, vigílias, distribuição de material informativo e outras acções de rua. Estes eventos pretendem recordar os animais vítimas de crueldade e promover os direitos dos animais.
Estas acções têm levado a um mais amplo debate público e político sobre o conceito de base dos direitos dos animais. Procedimentos legais e políticos foram empreendidos para criar direitos para os grandes macacos na Nova Zelândia - http://www.uncaged.co.uk/news03.htm . Similares preocupações levaram à cessação da exploração dos grandes macacos para vivissecção no Reino Unido, e a uma crescente preocupação pública e política para a situação de todos os primatas não humanos.

Fonte: centrovegetariano.org

...

9.12.08

CORAÇÃO DE CÃO

(para ver maior, clique na imagem)

Ops I did Again . . . Shit !!!

Saida do fundo do poço, vinda da rua da amargura, Britney Spears
parece
não lembrar do que a falta de liberdade lhe causou...

Em seu novo vídeo Circus, Britney Spears exibe animais exóticos como leões e elefantes em performances cruéis. Justo em época de manisfetações contra animais em circos.

O PETA já enviou uma carta para o empresário da cantora exigindo uma posição com relação a utilização desses bichos em seus vídeos.

Britney que há pouco mais de um ano sofreu as consequências da fama, perdendo sua liberdade e quase ficando louca pela perseguição da mídia: dirigiu bêbada, desfilou pelas noites sem calcinha, virou amiga de Paris Hilton, brigou com Paris Hilton, bateu em paparazzi, raspou a cabeça, enfim Britney quase surtou, mas não aprendeu, tanto que utiliza-se desses animais em seus clipes mostrando sua total falta de sensibilidade e porque não inteligência.

Já estamos acostumados em ver notas de escandalos envolvendo a ex princesinha do pop, mas agora com os animais, realmente liberdade é algo que todos desejamos para nós mesmos, contudo nem todos praticamos para com os outros.

...

Fotolog cartuntivismo




Estamos agora no fotolog. com, muita gente sempre me pede imagens críticas pela libertação animal, e lá todos poderão encontrá-las.

Visite: http://www.fotolog.com/cartuntivismo

e você ainda dúvida do amor dos cães?

Depois de assistir a esse vídeo, repensei toda a minha concepção com relação a palavra "amizade".

Acho que nós humanos, não entendemos o real sentido dela...

http://colunas.epoca.globo.com/bombounaweb/2008/12/09/cao-heroi/

Vale a pena assistir e repassar a todos seus "amigos"....

Proibição do uso de animais em circo




Sabemos que você se importa com os animais e apóia a Declaração Universal de Bem-Estar Animal – DUBEA. Sendo assim, chegou o momento de nos unirmos pela proibição federal do uso de animais em circos.

Por um Brasil sem animais em circos

Uma oportunidade única: a proibição federal do uso de animais em circos.

No último dia 04 novembro uma importante audiência pública no Congresso Nacional ajudarou a começar a definir, em grande parte, a questão. Você pode ajudar. Participe do abaixo-assinado que pede o fim do uso de animais em circos no Brasil (projeto de lei 7291/2006 com substitutivo).

Chegou o momento de mostrarmos ao governo que grande parte dos brasileiros não aprova a crueldade contra os animais. Diversos países já optaram pela proibição e, no Brasil, a atividade é proibida em 05 estados e em quase 50 cidades. Vamos lutar agora por uma lei federal que acabe com o uso de animais em circos, estamos muito perto de consegui-la.

E por que acabar com a utilização de animais pelos circos?

Só por meio da violência pode-se fazer com que um animal selvagem execute comportamentos que vão contra a sua própria natureza, como pular um arco de fogo, dançar ou andar de bicicleta... No circo, os animais passam por treinamento que envolve choques elétricos, chicotadas, chapas quentes e outros meios que os violentam.

Além disso, os animais vivem em constante transporte, em instalações frágeis, confinados em pequenos espaços, com alimentação inadequada e em péssimas condições.

E tudo isso para quê? Só para que o público possa assistir a um urso andando de bicicleta?!

Vamos mudar esta realidade, participe do abaixo-assinado e encaminhe este email para os seus amigos.

Pela tradição e a arte do circo, porém sem animais.

A WSPA é a favor da tradição circense no Brasil e o proposto é que esta importante manifestação cultural evolua também em nosso país. A WSPA apóia os artistas que dedicam suas vidas a surpreender e entreter a população, sem animais.


Veja aqui mais informações sobre o projeto de lei e os motivos para o fim do uso de animais em circos:

http://www.wspabrasil.org/wspaswork/udaw/circo-legal.aspx?j=6683420&e=raquelschaedler2@gmail.com&l=2009226_HTML&u=50905099&mid=80880&jb=0


Simpson vs Simpson

Jéssica vs Lisa, quem leva a melhor?

Jéssica Simpson não consegue dar uma dentro mesmo, há algum tempo atrás ela estava desfilando com uma camiseta escrito " Garotas de verdade comem carne". Bem, a cantora/bailarina/atriz/ ex BBB e animadora de auditório disse que na verdade essa mensagem era para o atual namorado (da época, hoje já deve ser passado) que havia terminado com sua ex que por sinal era vegetariana.


Não que esperamos coisas brilhantes vindas de Jéssica Simpson, mas péra lá, usar uma camiseta com uma frase dessa para atingir um namorado, é digno de vergonha, sabemos que Jéssica Simpson não deve imaginar o que envolve comer carne e no auge da sua ignorância utilizou desse argumento para provar sua "originalidade", mas utilizar de dor e sofrimento alheio para se auto afirmar como mulher, realmente Srta. Simpson está precisando de informação..

Convocamos outra Simpson, mas esta é merecedora de aplausos, pois no decorrer de sua carreira só tem feito as pessoas refletirem sobre a causa animal, estamos falando de Lisa Simpson, símbolo do ecofeminismo e inteligência provando que ser uma garota de verdade é bem mais que vestir uma camiseta!



Clique aqui e assista trechos do episódio em que Lisa se torna vegetariana (em inglês)

...

8.12.08

Carne de Proveta?! Bizarro, mas é verdade!


Cientistas já conseguem fazer hambúrguer cultivando células no laboratório. E podem salvar o mundo com isso

por Tiago Cordeiro (Revista Superinteressante edição 233)

Como você prefere seu bife: natural ou feito em laboratório?

Sim, a técnica para fazer carne no tubo de ensaio existe: os cientistas cultivam mioblastos, um tipo de célula que regenera partes danificadas dos músculos, numa solução nutritiva. E esperam até que a maçaroca vire um pedaço de carne. "Normalmente, essas células entram em ação quando o músculo fica prejudicado por causa do excesso de atividade física. Mas, isoladas e alimentadas, elas crescem e se tornam tecidos musculares bem desenvolvidos", diz o bioengenheiro americano Morris Benjaminson, da Universidade Touro, em Nova York.

Morris repetiu o experimento com células de peixinhos dourados. E conseguiu fazer com que um pedaço de músculo crescesse 16% e ficasse com 2 centímetros de comprimento. "A tecnologia já existe. Se você quisesse hoje um hambúrguer cultivado artificialmente, poderíamos fornecer", diz Jason Matheny, pesquisador de políticas agrícolas da Universidade de Maryland (EUA). "O problema é que sairia caro. Uns US$ 5 milhões." O preço tende a cair com o tempo, mas há também outro problema: como o processo de crescimento muscular não é totalmente conhecido, ninguém sabe ainda como criar um bife completo, com vasos sanguíneos e gordura.

O mais provável é que, muito antes de comermos picanha artificial, tenhamos carne processada – lingüiças, hambúrgueres e nuggets de laboratório. A maior vantagem é clara: diminuir a quantidade de animais de criação no planeta – o metano que o sistema digestivo deles produz é um dos responsáveis pelo aquecimento global. E hoje há 40 bilhões desses bichos no mundo. Como disse o primeiro-ministro britânico Winston Churchill em 1932: "Ainda vamos escapar do absurdo de criar uma galinha inteira só para comer o peito ou a asa. Poderemos criar só as partes que interessam."

Eu continuo achando que comer carne é meio nojento, seja ela de laboratório ou de ficção científica, a verdade é que sua textura não me causa mais nenhum deslumbre, mas e você o que acha disso?

Comente...

3.12.08

A NATUREZA DA NATUREZA

(para ver maior, clique na imagem)

Napalm Death for Peta



Queria ter postado isso faz tempo! A banda Napalm Death tem um puta trabalho contra a vivissecção, este que pode ser visto no dvd do grupo! A fotos acima foi tirada para mais uma das campanhas do peta. Mais uma forma de integração.
E é bem isso mesmo. Médicos, Farmacêuticos, Publicitários, Artistas, Professores, Operadores... precisamos de vocês! precisamos de todos para tornar mais forte essa luta que infelizmente ainda está longe de acabar. Não há argumento que possa justificar a tortura de milhares de seres indefesos diariamente somente para satisfazer desejos mesquinhos e o paladar humano.

--

Música pra ouvir mil watts

No decorrer dos dias, iremos postar tudo aquilo que conhecermos de ações pela causa animal. Toda forma de arte, toda forma de ativismo. Cada um encontra um meio, já que hoje temos a possibilidade de utilizar formas inéditas de luta.
Hoje apresento a banda Eu Contra o Ego, banda da cidade de Taubaté - SP, que pela própria definição em seu myspace: A banda canta suas musicas em português, o tema mais abordado a libertação animal, uma vez que a banda é 100% vegetariana sendo a maioria vegan, por isso a preocupação em passar a todos essa mensagem! As letras abordam diversos assuntos, mostrando de um modo bem pessoal, que não adiantam críticas sem ações,não importa que bandeira você levante! Vemos muitos jovens assumindo poses éticas (como vegetarianismo,veganismo etc...)s pra se manterem em um grupo social(hard core,punk,straight edge e etc...) ,por status, assim esquecendo o verdadeiro sentido de estar ali, vestindo uma camisa! "na pratica as coisa não funcionam bem como na teoria, então se a teoria falha a prática tem de ser violenta ! essa toda sinceridade que tentamos transparecer em nossas músicas.


Banda Eu Contra o Ego - Taubaté

Para conhecer mais sobre a banda acesse: http://www.myspace.com/eucontraoegometal



--
Chegará o dia em que sairemos das trincheiras e gritaremos vitória.

--

2.12.08

Brasil maior exportador de peles, hã?!


Sei que as vezes imaginamos o mercado de peles tão distante, tão do outro lado do mundo (nos países asiáticos onde a pratica é mais popular), mas infelizmente bem aqui debaixo dos nossos narizes existe uma empresa que está prestes a se tornar a maior exportadora de peles de Chinchilla do mundo e fica no sul do Brasil, precisamente na cidade de Viamão no Rio Grande do Sul.

Além dos vinte anos de mercado que a Chillacenter já completou em setembro ( sei lá quantas milhões de vidas ela ceifou nessas duas décadas), ela agora se prepara para vôos mais altos, incentivando outros "empreendedores" a se aventurar nesse mercado (horroroso) das peles. Tanto que no site há dicas para você se tornar um "criador" de peles.



O que a gente pode fazer a respeito, além é claro de boicotar qualquer utilização de peles, couros, lãs e outros derivados de animais, seria divulgar isso na internet para toda nossa rede de contato, precisamos mostrar que isso é CRUEL, que não há beleza na pele de um animal que foi brutalmente assassinado para sua retirada, temos que nos mobilizar para que o Brasil não se torne o líder no mercado de peles de Chinchilla.

É muito sério, está chegando o dia 10 de dezembro, data essa que estaremos comemorando o dia internacional dos direitos dos animais, precisamos fazer valer...portanto NÃO SE OMITA!

http://www.chillacenter.com.br/ler.asp?id=21

no site vocês encontram todas as informações que precisam para se indignar.


CHILLACENTER Praça Piratini, 113 - PORTO ALEGRE – RS Fone: (51) 3223-2408 E-mail: chillacenter@chillacenter.com.br Site www.chillacenter.com.br


....

Lambe-lambe e Stickers em São José dos Campos

O coletivo anti!, que produz arte das ruas como stencil, lambe-lambe e stickers começou essa semana a mais nova intervenção urbana, acompanhados do coletivo visão do submundo (simpatizante à causa)agregaram aos postes e placas lambes com o símbolo da ALF (Animal Liberation Front), adesivos com a clássica frase de Morrisey (Você sabe como os animais morem?) e por fim o pôster distribuido nas Verduradas (Seja Vegetariano por amor à vida, por amor à você, por um mundo melhor!).
Você poderá conhecer um pouco mais sobre o trabalho desses coletivos na expo que ocorrerá na Hocus Pocus Studio & Bar em SJC num evento que também contará com bandas, distribuição de material informativo e independente sobre libertação animal e venda de rango vegan.

Para maiores informações: http://www.fotolog.com/soco_na_fuca


Seguem fotos

Artistas






Tenho tido grande satisfação em ver que artistas, não só atores, mas de todas as vertentes tem associado seu prestígio à causa animal, não apenas sendo vegetarianos/veganos, mas passando informações à seu público e formadores de opinião são de grande importância nessa luta.
No entanto, a maioria não compreende ou por falta de interesse ou por não querer ver o mal que produzem. Um grande exemplo disso é a 'obra' de Guillermo Vargas Habacuc, um suposto artista, que em 2007, colheu um cão abandonado de rua, atou-o a uma corda curtíssima na parede de uma galeria de arte e ali o deixou, a morrer lentamente de fome e sede.
Muitos de vocês já devem conhecer o caso pela repercusão mundial que gerou por assossiar arte à covardia. Mesmo assim vale sempre reforçar: Bienal Centroamericana de Arte decidiu convidar Guillermo a repetir a sua cruel ação nesse ano de 2008.

Aqui se encontra uma petição para que essa exposição não ocorra novamente.
Um homem desse porte não pode ser chamado de artista.



--

Anti FUR Coalition


video

Skinned alive

Its not a bad dream
It happens in real life
They tear off our skin
while we are still alive
why do they take
our souls away
for coats to wear
on winter days ?

We are scared and afraid
Facing our death alone
standing in a line
waiting for our turn
look into our eyes
we feel pain just like you
but we cannot talk
thats why we need you
Lets get together
Lets give them a voice
Get up, stand up
Lets make that choice
The animal rights revolution starts
We will fight for the beating hearts
We have to answer their cry to survive
And let the animals stay beautiful alive !

Born into deprivation
Short life in a tiny cell
Misery and isolation
Angels forgotten in hell
Our bodies laid aside,
Our bones are thrown
Now, our death is ready to be worn
No protection and no explanation
To this deadly pain, humiliation
We have only you, please understand
Save us from fashions cruel deadly hand
Lets get together
Lets give them a voice
Get up, stand up

Lets make that choice
The animal rights revolution starts
We will fight for the beating hearts
We have to answer their cry to survive
And let the animals stay beautiful alive

..........................................................................................................................................................................

Vocês podem escolher, os animais não.

Fazendo escolhas éticas todos os dias, você salva muitas vidas e
isso é tão simples basta você se informar...

Vários produtos que compramos no supermercado são de uma marca, mas vocês conhecem a EMPRESA, o GRUPO que o fabrica?

Aí vão alguns exemplos:

Os produtos da marca Swift (ervilha, milho, catchup) são da Friboi. Para os que não sabem, o Friboi é o maior abatedouro do país, e não quero nem saber quantos animais abate por dia. A Minuano, fabricante de diversos produtos de limpeza (amaciantes, sabão em pó, etc) não utiliza animais em testes, mas é da Friboi também.

Para os vegans, o creme vegetal Becell e o leite de soja da Ades são da Unilever. Essa empresa é uma das maiores corporações do mundo, e mensalmente tem comprado empresas menores. Para piorar, a Unilever é uma das empresas de produtos de higiene e limpeza mais cruéis em relação aos testes em animais.

Há anos várias entidades de proteção animal de todo o mundo têm lutado incessantemente para que ela cesse seus testes, não obetendo resultado algum. Portanto, se você é vegan para não contribuir com o sofrimento e a morte de animais inocentes, não compre Becel nem Ades.

A Bunge produz a margarina Primor, Delicia, o creme vegetal Soya, o leite de soja Ciclus, o óleo Salada e é a maior produtora brasileira de proteína texturizada de soja. A Cargill, produz praticamente todos os óleos que se acha nos supermercados: Liza, Mazzola, Purilev, Veleiro, Azeite Gallo e La Espanola, e a maionese Gourmet.

O que a Bunge e Cargill têm em comum?

São donas de uma área GIGANTESCA da Floresta Amazônica.

Essa área foi totalmente desmatada para a plantação de soja - e grande parte dessa soja será utilizada para ALIMENTAÇÃO DE GADO DE CORTE.

E o pior: as duas empresas estão comprando mais e mais áreas de floresta nativa da Amazônia. Com o desmatamento, o número de espécies de animais que são aniquilados é assustador. Pássaros, mamíferos, e insetos, muitas espécies ainda desconhecidas pelo homem, simplesmente destruídas pelo desmatamento financiado por essas empresas.

A Gillete havia cessado o uso de animais em seus testes, mas recentemente foi comprada pela Procter & Gamble, a "parceira" da Unilever, em se tratando de testes com animais.

O creme vegetal Deline é da Sadia. Dessa empresa nem preciso comentar nada...E isso é apenas uma amostra de algumas empresas...

É um alerta às pessoas que pretendem tirar a crueldade da sua lista de compras, optando por uma vida sem culpa, e sempre pensando no bem-estar dos animais.

Para mim, o boicote - e a posterior informação às empresas que serão boicotadas - é uma das melhores formas de manifestar nossa indignação e desprezo por essas empresas que contribuem para a exploração animal.

Não estou pedindo para pararem de consumir produtos dessas empresas. A escolha está nas suas mãos e só depende de você. Mas cada vez que você vai ao supermercado e coloca um produto dessas empresas em seu carrinho de compras, você está entregando seu dinheiro à elas, para que continuem com essa cruel exploração da vida dos animais.

Lembrem-se: Vocês podem escolher, os animais não.

Fonte: www.institutoninarosa.org.br